FANDOM


Selman Abraham Waksman (1888-1973) foi um microbiologista norte-americano, de origem russa. Fez investigações sobre a microbiologia do solo, especialmente sobre o isolamento e natureza dos antibióticos, descobrindo a estreptomicina, o primeiro antibiótico específico para a tuberculose. Esta descoberta conferiu-lhe o Prémio Nobel da Medicina ou Fisiologia em 1952.


Selman Abraham Waksman (1888-1973).jpg

Vida

Selman Abraham Waksman, filho de Jacob Waksman e Fradia London, nasceu em Priluka, perto de Kiev, Rússia (actualmente Ucrânia) em 22 de Julho de 1888. Foi educado primeiramente com professores privados e completou a sua escolaridade em Odessa (na actual Ucrânia) também com professores privados, tendo obtido o seu diploma em 1910 e partindo seguidamente para os Estados Unidos da América (EUA).

Em 1911 entrou para a Universidade de Rutgers, em New Jersey (EUA), tendo recebido previamente uma bolsa de estudos. Licenciou-se em Agricultura em Rutgers em 1915. Foi nomeado assistente de investigação em microbiologia do solo do Dr. JG Lipman no New Jersey Agricultural Experiment Station e foi autorizado a continuar a sua formação em Rutgers obtendo o seu grau de mestrado em 1916. Nesse mesmo ano, naturalizou-se cidadão dos Estados Unidos da América e foi investigador da Universidade da Califórnia em Berkeley, obtendo o doutoramento em bioquímica.

Em 1918 foi convidado pelo Dr. Lipman para regressar à Universidade de Rutgers, onde foi nomeado microbiólogo na Estação Experimental e professor de microbiologia do solo na universidade. Quando foi organizado o Departamento de Microbiologia em 1940, Waksman tornou-se professor de microbiologia e chefe do departamento. Em 1949, foi nomeado director do Instituto de Microbiologia, tendo-se aposentado em 1958. Contudo, teve um laboratório e um escritório no Instituto de Microbiologia, permitindo continuar a sua investigação e a organização de escrita e palestras.

Waksman viajou amplamente entre 1920 e 1930. Tornou-se conselheiro sobre o desenvolvimento comercial dos compostos, especialmente para os produtores de cogumelos. Desenvolveu uma relação consultora a várias industrias que produziam enzimas, vitaminas e outros produtos derivados de fungos e bactérias.

Em 1931, desenvolveu um laboratório para o estudo da microbiologia marinha – o Instituto Oceanográfico, em Woods Hole, Massachusetts, onde ele e alguns dos seus alunos trabalharam. Waksman foi presidente da Comissão da guerra bacteriológica, com a protecção da Sociedade Americana de bacteriologistas e foi eleito presidente desta sociedade em 1941.

Waksman ganhou muitos prémios e menções honrosas após 1940, nomeadamente o Prémio Nobel em 1952, a Estrela do Sol Nascente, oferecido pelo imperador do Japão, o posto de comandante na Ordem da Legião de Honra francesa, entre outros.

Casou com Deborah B. Mitnik a 4 de Agosto de 1916 e tiveram um filho a 15 de Setembro de 1919 – Byron Halsted.

Selman Abraham Waksman faleceu a 16 de Agosto de 1973 em Woods Hole, Massachusetts (EUA).


Obra

Os campos de trabalho do professor Waksman incluem por ordem cronológica os seguintes temas: a população microbiológica do solo; oxidação do enxofre pelas bactérias; microorganismos e fertilidade do solo; decomposição de resíduos vegetais e animais; natureza e formação de humus; existência de bactérias no mar e o seu papel nos processos marinhos; produção e natureza de antibióticos; taxonomia, fisiologia e bioquímica dos actinomicetos.

Em 1939, Waksman e os seus colegas tentaram identificar os microorganismos do solo que produzissem substâncias solúveis e que pudessem ser úteis no controlo de doenças infecciosas, mais conhecidos como antibióticos. Esta iniciativa formou-se pela descoberta da tirotricina pelo seu ex-aluno Rene Dubos.

O amplo conhecimento de Waksman sobre todas as classes de microorganismos do solo, principalmente os actinomicetos, levou a que as investigações se desenvolvessem nesse campo.

Durante uma década, Selman A. Waksman isolou, juntamente com os seus colaboradores, vários antibióticos, incluindo, entre outros: a actinomicina (1940); a estreptotricina (1942); a estreptomicina (1944), em colaboração com Albert Schatz; e a neomicina (1949). A estreptomicina e a neomicina têm encontrado uma ampla aplicação no tratamento de numerosas doenças infecciosas no homem, animais e plantas.


Principais Publicações

Selman A. Waksman publicou mais de 400 artigos científicos e escreveu sozinho ou com outras pessoas vários livros, entre os quais:

  • Enzymes (1924);
  • Principles of soil microbiology (1927);
  • Humus (1936);
  • Microbial Antagonisms and Antibiotic Substances (1945);
  • The Actinimycetes (1950).

Bibliografia

  • Dictionary of Scientific Biography; Charles Scriber's Sons; New York; 1981.
  • Grande Enciclopédia Universal; Correio da Manhã, Lisboa; 2004.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa; Ediclube, Lisboa; 1991.
  • Physiology or Medicine 1942-1962, Elsevier Publishing Company, Amsterdam, 1964.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória