FANDOM


Isidoro de Sevilha (nascido em Cartagena no ano 560, morreu em Sevilha, Espanha, a 4 de Abril 636) foi um disseminador do conhecimento
Isidoro de Sevilha

Vida

Foi um enciclopedista, bispo confessor de Sevilha, e Doutor da Igreja. Foi educado pelo seu irmão mais velho Leandro (Amigo de Gregório, o Grande) e em escolas de mosteiros. Sucedeu a Leandro como Bispo de Sevilha e arcebispo Católico de Espanha em 599. Muito preocupado com a reforma da disciplina da Igreja e com o estabelecimento de escolas, ele exerceu influência sobre a ciência através dos seus trabalhos escritos. Escreveu sobre as Escrituras, Lei Canónica, Teologia sistemática, Liturgia, História geral e Espanhola e sobre asceticismo.

Obra

Os seus escritos científicos encontram-se, principalmente, como partes do glossário Libri duo differentiarum ( De differentiis verborum, e De differentiis rerum ), dois trabalhos curtos sobre cosmologia ( De natura rerum e De ordine creaturarum) e o seu grande dicionário enciclopédico, o Etymologiae ou Origens. Este último trabalho define, ou discute, brevemente, termos de todos os aspectos do conhecimento humano e é baseado fundamentalmente nos últimos compendios em latim e colecções de glossários. Os livros de maior interesse cientifico falam de matemática, astronomia, medicina, anatomia humana, zoologia, geografia, meteorologia, geologia, mineralogia, botânica e agricultura. O trabalho de Isidoro é totalmente derivativo – ele não escreve nada de original, não faz experiências, não faz qualquer observação nova ou reinterpretação, e não descobriu nada – mas a sua influência na Idade Média e Renascença foi grande, e permanece uma fonte da lexicografia latina interessante e com alguma autoridade, particularmente nos campos técnico, cientifico e não-literário.

As suas fontes parecem ter incluído, para além da Escritura, os comentários de Servian Virgil, colecções de glossários, gramáticas, livros de cozinha, e manuais técnicos, Ambrose, Boethius, um resumo de Caelius Aurelianus, Cassiodoro, Cassius Félix, Cícero, alguma forma de Dioscorides, Donatus, uma síntese de Galen,, Gargilius Martilialis, Gregorrio o Grande, Hegesippus, Horácio, Hyginus, Jeronimo, Lactantius, Lucan, Lucretius, Macrobius, Orosius, Ovidio, Palladius, Placidus, Plinio o mais novo, Pseudo Clement, Sallust, Séneca, Solinus, Suetonius, Ertullian, Varro, Vergil, Verrius Flaccus, Victorio e sem dúvida outros escritores em primeira ou segunda mão.

O universo de Isidoro era composto de uma substância primordial que, por ela própria, não possuía nem qualidade, nem forma mas era-lhe dada forma por 4 qualidades elementais: frieza, secura, humidade e calor. Isidoro seguia Lucrecius e muitos cosmógrafos Gregos no que concerne a estes elementos como estando num fluxo constante entre a terra e o fogo solar no centro do universo. Embora todas as qualidades elementais estão presentes em todas as coisas criadas, o nome do elemental designado em todos os casos específicos depende das qualidades que estão mais proeminentes. Isidoro partilhava a teoria microcósmica que considerava cada ser humano como um microcosmo semelhante (paralelo) ao macrocosmo, numa escala mais pequena considera o homem como o elo central nesta cadeia de ser. Os elementos ensombram-se uns nos outros e estão orientados no sistema solar por peso, cada estrato de esferas concêntricas tem os seus próprios habitantes: anjos nos céus de fogo , pássaros no ar, peixes na água, e o Homem e os animais na terra sólida.

A mesma distribuição de elementos ocorre no corpo humano: O sangue tal como o ar, é quente e húmido; a bílis amarela como o fogo, quente e seco; e a fleuma, como a água é fria e húmida. Os temperamentos individuais são determinados pelas qualidades humorais, e a saúde depende do seu equilíbrio. A doença surge do excesso ou defeito entre eles: as doenças agudas eram provocadas por um excesso de calor, e as doenças crónicas derivavam de um excesso de humor frio. A terapia tenta restaurar o seu equilíbrio normal. O organismo vivo é governado pela alma mas animado pela Pneuma, que assume vários nomes pois também assume várias funções no organismo. Isidoro rejeita a noção panteísta de que a alma individual é parte de ou indiscernível do mundo pneuma. A sua psicologia segue os pontos de vista dos clássicos em relação à localização cerebral da função (sensação anteriormente, memória centralmente, e pensamento posteriormente) e das faculdades tradicionais da alma: intelecto, querer, memória, razão, Julgamento, sensação, e o gosto. A alma é distinta quer da mente quer do espírito vital; Sensação e pensamento são distinguidos, assim como a ilusão e o erro.

A Europa Ocidental no tempo de Isidoro tinha pouco contacto directo com a tradição científica grega e derivavam tanto a ciência como a Filosofia em segunda mão. A maior parte dos escritos científicos em Latim era severamente prático, e descritivo. A maioria das passagens cientificas de Isidoro meramente definem palavras ou frases. Um homem do seu tempo, Isidoro preocupava-se mais com a analogia do que com a análise, com o invulgar do que com o típico. Um dicionário enciclopédico está demasiado desconectado para apresentar uma visão cientifica mundial; mas Isidoro preservou cuidadosamente, e com grande precisão muito do conhecimento cientifico corrente no final do período Romano, quando já há muito o trabalho original tinha acabado e a facilidade em Grego tinha desaparecido. Mesmo não sendo Aristóteles, ele representou uma grande evolução em relação a Plinio, e - considerações sobre o seu estilo à parte – o seu conteúdo cientifico pode ser comparado de um modo favorável ao de Lucrecius.

Bibliografia

  • Gillispie, C. (1970). Dictionary of Scientific Biography. Charles Scribner's sons, New York. Vol. 1-16
  • www.educ.fc.ul.pt/hyper/enc/images/stisidore.jpg (para a imagem)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória