Fandom

Ars curandi Wiki

Ipecacuanha

213 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
180px-Koeh-250.jpg
A Ipecacuanha (Psychotria ipecacuanha) é uma planta da família Rubiaceae, muito comum no Brasil. As suas raizes contém um poderoso emético (estimulante do reflexo do vómito) também denominado Ipecacuanha.


Scientific classification

Kingdom: Plantae

(unranked): Angiosperms

(unranked): Eudicots

(unranked): Asterids

Order: Gentianales

Family: Rubiaceae

Genus: Psychotria

Species: P. ipecacuanha

Binomial name

Psychotria ipecacuanha Synonyms

Cephaelis acuminata Cephaelis ipecacuanha Cephaelis ipecacunha (lapsus) Psichotria ipecacunha (lapsus) Psychotria ipecacuanha Uragoga ipecacuanha

História

Foi introduzida na Europa em 1672 por Legros, um viajante na América do Sul. Foi usada no tratamento da disenteria e vendida pelo médico francês Claude Adrien Helvétius sob licença de Luis XIV.

O contributo dos portugueses para o conhecimento da matéria médica africana e brasileira ficou muito aquém do observado no Oriente. A matéria médica do Atlântico meridional despertou inicialmente pouco interesse entre os autores médicos portugueses, devendo-se a maior parte dos contributos para o seu conhecimento a colonos, missionários, militares e viajantes.

As primeiras descrições detalhadas da ipecacuanha devem-se contudo a G. Markgraf (1610-1644) na Historia rerum naturalium Brasiliae e a W. Piso (1611-1644), na Historia naturalis Brasiliae, publicadas juntas em 1648. Piso esteve no Recife de 1638 a 1644 como médico do príncipe Johan Maurits van Nassau-Siegen. O interesse pela flora médica brasileira por parte dos jesuítas deveu-se antes de mais a uma necessidade prática. A irregularidade nos fornecimentos de medicamentos levou-os a recorrer às drogas nativas, para manter a funcionar os serviços de saúde.

A mais célebre das drogas brasileiras difundidas no século XVII foi a ipecacuanha (Cephaelis ipecacuanha) e a história da sua entrada na literatura e na prática médicas ilustra bem a participação portuguesa no enriquecimento da proto-farmacologia seiscentista. A acção da raiz da ipecacuanha, utilizada pelos índios tupis no Brasil, foi conhecida pelos jesuítas logo no século XVI. O Padre José de Anchieta descreveu-a na já referida carta de 1560 e o Padre Fernão Cardim tratou igualmente da ipecacuanha no capítulo sobre ervas medicinais do tratado sobre o Clima e Terra do Brasil.

As primeiras descrições detalhadas da ipecacuanha devem-se contudo a Georg Markgraf (1610-1644) na Historia rerum naturalium Brasiliae e a Willem Piso (1611-1644), na Historia naturalis Brasiliae, publicadas juntas em Leyden em 1648. Apesar de conhecida, a ipecacuanha foi pouco utilizada até que Jean Adrien Helvetius (1661-1727) a usou para curar o Delfim de França de disenteria em 1688. No século XVIII as suas virtudes foram confirmadas por Carlo Gianelli (1696-1759) em De admirabili radicis ipecacuanhae virtute (Pádua, 1745), mas persistiram várias confusões e incertezas sobre a verdadeira natureza da raiz até que Bernardino António Gomes, depois de regressar do Brasil, a descreveu na Memória sobre a ipecacuanha fusca do Brasil ou cipó das nossas boticas (Lisboa, 1801), juntamente com a classificação feita por Brotero com base nas suas observações. O esclarecimento da natureza botânica da ipecacuanha veio permitir que Joseph Pelletier e o fisiologista François Magendie, em colaboração, isolassem o seu princípio activo, a emetina, em 1817.

Actualidade

Hoje em dia os fármacos purificados, cefaleína e emetina ainda são usados como antieméticos. Eles estimulam o centro neuronal do vómito. A emetina também é usada contra amebíase, pois actua como limitador na formação das proteínas, além de efeitos circulatórios. Por volta de 1930, foi sintetizado a dehidroemetina (diferente da primeira apenas por uma dupla ligação próxima a um radical etil), que possui menos efeitos colaterais.

Bibliografia

http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.botanical.com/botanical/mgmh/i/ipecac07-l.jpg&imgrefurl=http://www.botanical.com/botanical/mgmh/i/ipecac07.html&usg=__PK7zRuIlbE3sUydteVEq9JsTb7o=&h=822&w=652&sz=78&hl=pt-PT&start=3&um=1&tbnid=nrWgwzRpWxVQCM:&tbnh=144&tbnw=114&prev=/images%3Fq%3Dipecacuanha%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN%26um%3D1 http://www.healthinajiffy.co.uk/images/bells%20chesty.jpg http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84041999000200011 http://pt.wikipedia.org/wiki/Ipecacuanha http://www.ff.ul.pt/paginas/jpsdias/Farmacia-e-Historia/node78.html

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória