FANDOM


Emil Adolf von Behring (1854-1917) ,fisiologista alemão, foi considerado o fundador da imunologia como ciência e autor da definição da palavra "toxina". Em 1901 recebeu o prémio Nobel da Medicina.

Vida

Behring nasceu a 15 de Março de 1854 em Hansdorf, província de Prussia. Entre 1874 e 1878 estudou medicina no Colégio Médico do Exército, em Berlim, onde conclui a sua formação como médico. Nos anos seguintes, teve de realizar serviço militar como médico e trabalhou em alguns batalhões. Em 1887 é enviado para o Instituto de Farmacologia em Bonn onde adquire os conhecimentos teóricos e práticos em métodos experimentais.

Em 1888 Behring é novamente enviado para Berlim e em 1889 entra para o Instituto de Higiene da Universidade de Berlim, presidido por Robert Koch.. Em 1889 acaba o serviço militar e torna-se assistente de Robert Koch. Entre 1889 e 1895 Behring desenvolveu as suas ideias sobre soroterapia e a antitoxinas.Behring foi o descobridor da antitoxina contra a difteria e um dos principais impulsionadores da imunologia.

Em 1894 torna-se professor, inicialmente em Halle e depois da Universidade de Marburg (1895-1907). Ganhou o primeiro Prémio Nobel de Medicina e Fisiologia (1901) por desenvolver uma soroterapia contra a difteria e o tétano. Depois de 1901 dedica-se ao estudo da tuberculose e desenvolve um tipo de vacina contra a tuberculose bovina.. Associa-se a uma indústria farmacêutica em 1914, para a produção de soro e vacinas em Marburg.

Behring casou em 1896 com Else Spinola filha de um dos directores do Hospital Charité em Berlim. Tiveram 7 filhos. Behring morreu em Marburg a 31 de Março de 1917.


Obra

Desde os seus tempos de estudante que Behring começa a desenvolver interesse sobre questões científicas, nomeadamente na possibilidade de combater doenças infecciosas com o uso de desinfectantes.

Nos anos 1881-1883 realiza importantes investigações sobre a acção do iodo e seus derivados.De acordo com os registos de Behring ,as experiências com o iodo e a descoberta de que o seu uso poderia ser tóxico para o organismo humano, marcam o inicio da sua preocupação pela soroterapia antitóxica . As primeiras publicações sobre estas questões surgiram em 1882.

Behring, que no início de 1890 se tornou assistente no Instituto de Doenças Infecciosas, chefiada por Robert Koch, iniciou os seus estudos com experiências sobre o desenvolvimento de um soro terapêutico.

As investigações mais importantes desenvolvidas por Benhring estão intimamente relacionadas com os tempos em que trabalhou neste Instituto com Koch, Ehrlich, Loffler, Roux, Yersin e outros, e que levaram à fundação dos conhecimentos imunológicos sobre doenças bacterianas.

Em 1890, juntamente com o seu colega e amigo Erich Wernicke, desenvolveu a primeira soroterapia eficaz contra a difteria. Ao mesmo tempo, juntamente com Shibasaburo Kitasato descobre a primeira terapêutica eficaz com soro contra o tétano. No seu estudo demonstram que a inoculação, em animais, de dose graduais de culturas estéreis de bacilos da Difteria e do Tétano, induzia a produção no seu sangue de substâncias capazes de neutralizar as toxinas produzidas pelos bacilos (antitoxinas). Demonstraram também que as antitoxinas produzidas por um animal, podiam imunizar um outro e eram capazes de curar um animal com sintomas de doença.

Com base na nova ciência, surge outra visão do tratamento de doenças pela medicina, com o desenvolvimento de vacinas para prevenir animais e seres humanos contra as doenças provocados por vírus e bactérias.

O primeiro sucesso com tratamento terapêutico com soro de uma criança que sofria de difteria ocorreu em 1891. Até então mais de 50.000 crianças morreram na Alemanha por ano com difteria. Durante os primeiros anos, não houve avanço para esta forma de terapia, visto que as antitoxinas não estavam suficientemente concentradas.

As experiências em soroterapia começaram a ser conduzidas em larga escala e Behring rapidamente se apercebeu que para obter resultados em humanos teria de haver uma estandardização dos métodos utilizados. Estes métodos foram desenvolvidos por Paul Ehrlich que conseguiu determinar com exactidão a qualidade das antitoxinas e o seu desenvolvimento. Behring posteriormente decidiu contratar Ehrlich.. Eles organizaram um laboratório em Berlim, onde se poderia, então, obter o soro em grandes quantidades, usando grandes animais – primeiro a ovelha e, mais tarde cavalos.

Em 1892, após o reconhecimento do potencial terapêutico da antitoxina diftérica, Behring e a empresa farmacêutica e química Hoechst em Frankfurt / Main, começaram a trabalhar juntos. Desde 1894, a produção e comercialização do soro terapêutico começou com a Hoechst.

Depois de Robert Koch ter falhado com a sua terapia contra a tuberculose, Behring decidiu dedicar-se a uma nova tarefa, o desenvolvimento de um agente terapêutico eficaz contra a tuberculose. No entanto, muito em breve, ele teve de admitir que o combate à tuberculose usando um soro de cura não era viável. Assim sendo concentrou o seu estudo no desenvolvimento de uma vacinação preventiva. Desde 1903, Behring trabalhou na imunização activa de vacas com agentes infecciosos da tuberculose atenuados, no entanto, com apenas um sucesso moderado.No Congresso Internacional de Tuberculose, em 1905 ele anunciou que havia descoberto "uma substância proveniente do vírus da tuberculose". Esta substância, que ele designou "TC", desempenha uma importante parte na acção imunizante da "bovivaccine" desenvolvida por Behring, que impede a tuberculose bovina.

Em 1913 Behring apresenta uma vacina preventiva contra a difteria. O produto continha uma mistura da toxina da difteria e soro terapêutico antitoxina. A toxina foi concebida para provocar uma leve resposta geral do organismo, mas não para prejudicar a pessoa que está vacinada. Além disso, foi concebida para proporcionar protecção a longo prazo. Behring viu na produção desta mistura toxina-antitoxina a possibilidade da erradicação definitiva da difteria, e considerou esta parte dos seus esforços como a coroação do sucesso de sua vida de trabalho.

Durante os primeiros meses da primeira guerra Mundial, foram distribuídas antitoxinas para o tétano nos hospitais militares.. No final de 1914, com a insistência de Behring, a injecção de soro foi estabelecida como prevenção de doença. A partir de Abril 1915, os erros na dosagem e a escassez de fornecimento foram ultrapassados e os números de doentes caiu dramaticamente. Behring foi declarado "Salvador dos soldados alemães" e foi premiado com a Prussian Iron Cross Medal.

Numerosas distinções foram atribuídas a Behring. Em 1894 foi lhe atribuído o título de professor, e dois anos mais tarde tornou-se «Geheimer Medizinalrat» e oficial da Legião de Honra francesa. Nos anos subsequentes foi membro honorário de sociedades em Itália, a Turquia e em França; em 1901 quando os prémios Nobel foram atribuídos pela primeira vez, Behring recebeu o Prémio em Fisiologia e Medicina; em 1903 foi eleito para o Privy Council com o título de Excelência; tornou-se membro honorário de Marburg.


Principais Publicações

  • Die Blutserumtherapie (1892)
  • Die Geschichte der Diphtherie (1893)
  • Bekämpfung der Infektionskrankheiten (1894)
  • Beiträge zur experimentellen Therapie (1906)

Referências bibliogáficas

  • Dicitonary of Scientific Biography; Charles Scriber's Sons; New York; 1981.
  • Karoline Grundmann (3 December 2001). "Emil von Behring: The founder of serum therapy". The Nobel Foundation.
  • Nobel Lectures,Physiology or Medicine 1901-1921, Elsevier Publishing Company, Amsterdam, 1967

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória