Fandom

Ars curandi Wiki

Alessandro Lustig

213 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar

Alessandro Lustig (N. Trieste, Áustria [actual território Italiano], 1857; ob. Marina de Pietrasanta, Lucca, Itália, 1937). Patologia, bacteriologia e imunologia, nomeadamente: cólera, Vibrio cholerae e primeiras tentativas de identificação/acção de antigénios bacterianos.

Vida

Lustig nasceu em Trieste, Áustria (actual território italiano) a 5 de Maio de 1857. Recebeu o seu diploma médico em 1882 e nesse ano foi assistente no Instituto de Fisiologia em Viena. Em 1884 mudou-se para o Instituto de Fisiologia em Insbruque (cidade no oeste austríaco). Lustig esteve ainda em Turim, onde obteve o diploma médico italiano. Depois disso, iniciou o seu trabalho científico no laboratório de investigação do Hospital Mauriziano, ainda em Turim. Em 1886, durante a epidemia de cólera, Lustig prestou auxílio às vítimas contidas em lazaretos (estabelecimentos para controle sanitário como ermos ou navios afundados, onde se mantinham em quarentena as pessoas que, chegadas a um porto, poderiam ser portadoras de moléstias contagiosas, nomeadamente cólera). As suas investigações no que diz respeito à cólera estão entre as primeiras contribuições para o seu estudo, logo após a descoberta do Vibrio cholerae por Koch (1884). Em 1889, Lustig foi nomeado professor de patologia geral na Universidade de Cagliari, Sardenha, e em 1889 em Florença onde ele trabalhou até à sua reforma em 1932. Morreu na Marina de Pietrasanta, Lucca, em Itália, a 23 de Stembro de 1937.

Obra

Lustig iniciou a sua actividade científica na área da histologia e fisiologia. Alguns dos temas mais importantes abordados por Lustig foram: trabalhos acerca de terminações nervosas do músculo liso, degeneração epitelial da mucosa olfactória pela destruição do lobo olfactório, alterações miocárdicas após o seccionamento de nervos extracárdicos, efeitos da celiectomia, etiologia do bócio endémico e acetonúria experimental.

A partir de 1891, a actividade de Lustig focou-se principalmente na bacteriologia, imunologia e prevenção de infecções. Após as suas investigações na cólera, ele dedicou mais estudos à parte bacteriologia desta infecção e publicou uma monografia excelente na detecção de baterias em água. Em 1897, com o seu pupilo G. Galeotti, Lustig extraiu uma substância do Bacterium pestis, aparentemente com propriedades químicas de nucleoproteínas (isto é, DNA, RNA, histonas), e demonstrou a sua imunogenicidade. Estas investigações estão, na história da bacteriologia e da imunologia, entre as primeiras tentativas para identificar quimicamente antigénios de bactérias e para utilizar antigénios quimicamente definidos para induzir a actividade imunitária.

Estas substâncias foram utilizadas por Lustig e pela sua equipa de investigação como vacinas para imunizar animais e obter um soro imunogénico que seria aplicado na terapêutica da peste. Mais tarde, Lustig e os seus pupilos, Galeotti e G. Polverini, foram convidados a trabalhar na Índia, aplicando os resultados das suas pesquisas. Em 1897 e 1898, eles estiveram em Bombaim onde fizeram observações epidemiológicas no que diz respeito à peste e utilizaram um soro preparado no Laboratório de Patologia Geral de Florença, que tratou um número bastante considerável de vítimas da peste. Tendo verificado a eficácia do soro, eles iniciaram a vacinação profilática com nucleoproteínas e criaram em Bombaim um laboratório para a preparação destas substâncias. Esta actividade é bastante documentada em numerosos escritos, tanto por Lustig como pelos seus colegas, que foram publicados em jornais médicos em Itália, Inglaterra e Alemanha, em 1897 até 1903.

Principais publicações

  • Em 1901, Lustig publicou a obra Trattato di Patologia generale, que teve oito edições.
  • Em 1913, juntamente com vários colaboradores, Lustig publicou Le malattie infettive, dell’uomo e deglia animalli.
  • Em 1931, em colaboração com G. C. Rodiva e G. Ferraloro, Lustig lançou a obra Fisiopatologia e clínica dei gás da combattimento.
  • Numa fase mais tardia da sua vida, Lustig interessou-se mais pela higiene e escreveu um grande número de artigos acerca do combate à malária, tuberculose e tumores.

Bibliografia

  • Gillispie, C. (1970). Dictionary of Scientific Biography. Charles Scribner's sons, New York. Vol. 1-16

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória