Fandom

Ars curandi Wiki

Abū Rayḥān al-Bīrūnī

213 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar

Al-Biruni, um dos estudiosos muçulmanos que caracterizam a Idade de Ouro da Ciência Islâmica, teve tamanha importância que muitos consideram o período da sua actividade como “A Idade de Al-Biruni”

Vida

Abu Rayḥān ibn Muhammad al-Ahmad Bīrūnī conhecido também como Alberuni, Al Beruni ou Al-Biruni, nasceu em 5 Setembro de 973, em Kath, Khwarezm (actualmente Kara-Kalpakskaya no Uzbequistão) e morreu a 13 de Dezembro de 1048, em Ghazni (hoje Afeganistão) depois de uma brilhante carreira de 40 anos. Um dos mais importantes estudiosos muçulmanos da “Idade de Ouro da Ciência Islâmica”, debruçou-se sobre várias áreas como a física, a antropologia, a sociologia comparativa, a astronomia, a química, a história, a geografia, a geologia, a matemática, a filosofia, a psicologia e a teologia. Estudou Árabe, Grego, Sírio e Sânscrito e este conhecimento de variadas línguas auxiliou-o a compreender o trabalho existente e a reunir uma abordagem inovadora e original. Biruni foi contemporâneo do famoso físico Avicenna e manteve contacto com este. As contribuições de Al-Biruni são de tal forma extensas que um índice das suas obras escritas ocupa mais de sessenta páginas. As obras de Al-Bīrūnī mais famosas são al-Athar al-bāqiyah (Cronologia da Antiga Nações), Al-Tafhīm ( "Elementos da Astrologia"), Mas'udi Canon (um importante trabalho sobre astronomia que dedicou ao Sultão Masʿudi de Ghazna), TAʾrīkh al-Hind ( "A História da Índia") e Kitāb al-Ṣaydalah (um tratado sobre medicamentos utilizados na medicina). Foi o primeiro a realizar experiências relacionados a fenómenos astronómicos. Discutiu a teoria da rotação da Terra sobre seu eixo, fez cálculos precisos de latitude e longitude e previu com bastante precisão o raio da Terra. Nas suas obras de física, determinou com notável precisão o peso específico de dezoito pedras preciosas e metais. Em geografia, chegou a avançada conclusão que vale do Indus tinha sido uma bacia marítima. Escreveu ainda um tratado sobre cálculos horários e afirmou que a velocidade da luz era imensa, comparada à velocidade do som. Descreveu a Via Láctea como um conjunto de inúmeros fragmentos de estrelas nebulosas e observou diversos eclipses solares e lunares. Foi um pioneiro no estudo dos ângulos e da trigonometria. Trabalhou sobre sombras e diâmetros e desenvolveu um método para tripartir o ângulo. Explicou o funcionamento das nascentes naturais e dos poços artesianos através do princípio hidrostático dos vasos comunicantes e fez estudos sobre a determinação da posição relativa de um local a outro. É considerado o Pai de antropologia, geodésia e Indologia, e o fundador da mecânica, da astronomia e da psicologia experimentais. O trabalho de Biruni teve uma influência considerável sobre os cientistas muçulmanos seus contemporâneos, mas nenhuma das suas obras foi traduzida para uma língua europeia até ao século XX. Assim, a sua influência foi apenas indirecta e mínima sobre ciência do Renascimento, na Europa.

Obras

Biruni escreveu no total 146 obras. Estas são compostas por 35 livros sobre astronomia, 4 sobre astrolábios, 23 sobre astrologia, 5 sobre a cronologia,2 em medir o tempo, 9 em geografia, 10 em geodésia e teoria da cartografia, 15 em matemática (8 sobre aritmética, 5 sobre a geometria, 2 sobre trigonometria ), 2 em mecânica, 2 sobre medicina e farmacologia, 1 sobre meteorologia, 2 sobre mineralogia e gemas, 4 sobre história, 2 na Índia, 3 em religião e filosofia, 16 obras literárias, 2 livros de magia, e 9 não livros não classificados. Destas obras, apenas 22 têm sobrevivido, e apenas 13 foram publicadas. As mais importantes são:

Estudo crítico do que a Índia diz que, se aceita ou recusada por motivo (um compêndio de filosofia e religião da Índia)

Os restantes sinais dos séculos passados (um estudo comparativo dos calendários das diferentes culturas e civilizações, entrelaça a matemática, a astronomia, e as informações históricas)

O Mas'udi Canon (uma extensa enciclopédia sobre astronomia, geografia e engenharia, nomeado após Mas'ud, filho de Mahmud de Ghazni, a quem dedicou a obra)

Entendimento de Astrologia (livro de estilo perguntas e respostas sobre matemática e astronomia)

Farmácia (sobre drogas e medicamentos)

Gemas (sobre geologia, minerais e pedras preciosas, dedicado a Mawdud filho de Mas'ud)

Astrolábio

Um resumo histórico

História de Mahmud de Ghazni e do seu pai

História da Khawarazm

Bibliografia

  • Gillispie, Charles Coulston, Dictionary of Scientific Biography, 18 vols, New York: Scribner/American Council of Learned Societies, 1970-1990
  • Dias, José Pedro Sousa, A Farmácia e a História - Uma introdução à história da Farmácia, da farmacologia e da Terapêutica, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, 2005

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória